Ratinho Junior sanciona lei que inclui biomédicos no quadro de servidores do Estado

Conquista é histórica para a categoria; decisão inédita vai trazer mais eficiência e qualificação aos serviços de saúde do Paraná

O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, sancionou a Lei nº 21.356, de 3 de janeiro de 2023, que acrescenta ao cargo de Promotor de Saúde Profissional, da Carreira de Promotor de Saúde, a função de biomédico, a qual passa a integrar o rol de funções constantes do Anexo III da Lei nº 18.136, de 3 de julho de 2014, que dispõe sobre o Quadro Próprio dos Servidores da Secretaria de Estado da Saúde (QPSS).

A inclusão garante mais eficiência e qualificação aos serviços públicos prestados à população, uma vez que os biomédicos são capacitados para realizar análises clínicas, toxicológicas, biologia molecular ou genética, diagnóstico laboratorial, diagnóstico por imagem, aperfeiçoamento de epidemiologia, entre outras funções gerenciais e administrativas inerentes à profissão.

Valorização profissional

Para o presidente do Conselho Regional de Biomedicina do Paraná 6ª Região (CRBM6), Thiago Massuda, essa é uma conquista histórica, inédita e um grande avanço para a categoria.

“Essa lei inclui o biomédico nos quadros públicos do Paraná, tema que era reivindicado pela nossa classe há anos. Por isso, envio os agradecimentos ao governador, ao secretário da saúde, aos deputados que votaram de modo unânime pela aprovação da lei e a todos os biomédicos que se fizeram presentes neste momento tão importante e, juntos conosco, lutaram por essa conquista”.

Massuda explica que o pleito foi iniciado logo que o CRBM6 foi criado, com o objetivo de valorizar os mais de 4.500 biomédicos do Estado, ampliar as áreas de atuação profissional e ajudar a sociedade paranaense com os trabalhos desses especialistas da saúde.

Para a vice-presidente do CRBM6, Daiane Pereira Camacho, que também responde pela 15ª regional de Saúde em Maringá, a conquista é emblemática, pois todas as votações favoráveis na Assembleia Legislativa do Estado do Paraná aconteceram em novembro, que é o mês dedicado aos biomédicos.

“Foi uma longa caminhada para chegarmos até aqui. Essa é uma vitória que ficará marcada para sempre no ramo da biomedicina paranaense. A aprovação desta lei mostra a união, o diálogo, a garra, o esforço do CRBM6 pela classe e o reconhecimento da sociedade ao nosso trabalho que envolve ciência, ensino, pesquisa e extensão”, argumenta.

Mais conquistas

No mês de junho, o governador Ratinho Junior também sancionou a Lei n° 21.118/2022 que reestruturou a carreira dos técnicos administrativos e permitiu a contratação de biomédicos para atuar nas universidades estaduais, nos laboratórios e hospitais universitários.

Para Daiane, as conquistas refletem o empenho da atual gestão. “Estamos orgulhosos com essas vitórias históricas, que são frutos de mais de 12 meses de intensa dedicação, perseverança e inúmeras reuniões da diretoria do CRBM6 com as lideranças estaduais”, diz.

“O mérito é da diretoria e dos conselheiros do CRBM6 que atuaram com muito empenho, perseverança, diálogo e trabalho e nunca desistiram de lutar em busca de melhorias para a classe biomédica. Essa foi uma de nossas pautas na época das eleições e agora estamos chegando ao fim da empreitada, que vai beneficiar todos os biomédicos do Estado”, complementa.

Atuação e procura

O CRBM6 tem delegacias regionais em Campo Mourão, Cascavel, Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá, União da Vitória, Guarapuava, Umuarama, Guaíra e Ponta Grossa. A entidade regula, orienta e fiscaliza a atividade profissional em defesa da coletividade.

Em 2022 o Conselho Regional de Biomedicina do Paraná 6ª Região também ampliou as atuações do CRBM Júnior, projeto que tem como objetivo promover a inter-relação entre a associação e os acadêmicos dos cursos de graduação de biomedicina, destacando as atividades e funções abrangidas pela profissão, de modo a alcançar a efetiva participação e a inserção profissional em prol do desenvolvimento da sociedade.

A graduação de biomedicina é uma das mais procuradas atualmente em todo Brasil. No Paraná, os cursos são ofertados em mais de 50 instituições de ensino superior espalhadas por Curitiba, Londrina, Maringá, Cascavel, Ponta Grossa, Campo Mourão, Apucarana, Foz do Iguaçu, Araucária, Guarapuava, Ivaiporã e Assis Chateaubriand.

By Mirella Pasqual

Sou jornalista formada pela Universidade Positivo. Sou mãe do Benício e de três vira-latas, o Raj, o Thor e a Mia. Minha coluna fala sobre moda, empreendedorismo e saúde! Sejam muito bem-vindos 😊

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *