Dia Nacional de Atenção à Disfagia no Hospital Santa Cruz

Programa de Cuidados Integrados do Idoso do Santa Cruz Sênior possui atendimento personalizado e multidisciplinar para seus pacientes

A dificuldade de deglutir alimentos e/ou líquidos é conhecida como disfagia e é mais comum em idosos e pacientes que sofreram algum trauma na boca ou garganta. Neste mês, é comemorado Dia Nacional de Atenção à Disfagia, a data foi criada com o objetivo de auxiliar a população a reconhecer os sintomas, alertar sobre a importância do diagnóstico e seus riscos à saúde, além de divulgar medidas de prevenção e orientações sobre como agir na suspeita da doença.

A avaliação e o diagnóstico da disfagia são realizados por uma equipe multidisciplinar, que envolve médicos, enfermeiros, nutricionistas e, principalmente, fonoaudiólogos, profissionais habilitados para o tratamento desta doença. Os principais sintomas são tosse, engasgo, dor para engolir, azia frequente, rouquidão e sensação de alimento preso na garganta ou no peito.“A adequação das consistências alimentares seguras, como por exemplo, comer devagar e mastigar bem os alimentos, dar mordidas menores nos alimentos e estar adequadamente sentado ao comer, aliada ao acompanhamento com equipe especializada além da prescrição de exercícios específicos, auxiliam na reabilitação dos pacientes, bem como evitam as complicações causadas pela doença, tais como problemas respiratórios e nutricionais”, pontua Tatiane Buselato, coordenadora do Serviço de Fonoaudiologia do Hospital Santa Cruz.

Nos idosos, a doença é mais frequente devido à presbifagia, envelhecimento usual da biomecânica da deglutição. Cerca de 25% dos idosos independentes e ativos apresentam algum sintoma de alteração no processo de levar o alimento da boca até o estômago. Já nos idosos mais frágeis, este percentual pode chegar até 70%.

Público Sênior

Segundo dados do IBGE, somente no Brasil, estima-se que a população idosa triplique até 2050. Ainda segundo os últimos dados do IBGE (2018), o Brasil tem mais de 28 milhões de idosos, lembrando que são considerados idosos as pessoas com mais de 60 anos. Este número representa aproximadamente 13% da população do país. Pensando no bem-estar do idoso, o Hospital Santa Cruz criou o Programa Santa Cruz Sênior, projeto pioneiro no sul do país.

O requisito básico do programa, que já está em pleno funcionamento, é ter 60 anos ou mais e convênio atendido pelo hospital. “Os cuidados com os pacientes são personalizados, levando sempre em conta os aspectos físicos, sociais e emocionais de cada um e de seus familiares. Queremos proporcionar uma avaliação geral, e dar uma atenção especial para as doenças que são mais normais após os 60 anos”, explica a Dra. Patricia Westphal Marchiori, médica geriatra do programa Santa Cruz Sênior.

O programa conta com uma avaliação completa em um único dia (atendimento integral, multidisciplinar e interdisciplinar) com geriatras, enfermeiros, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas, dentistas, entre outros. Desta forma, é iniciada uma avaliação global de cada paciente, de modo a melhorar a qualidade de vida de forma individualizada e de acordo com a necessidade de cada um. O objetivo do programa é auxiliar no envelhecimento de forma saudável.

Mais informações pelo telefone (41) 3312-3000.

Sobre o Hospital Santa Cruz

Fundado em 1966, o Hospital Santa Cruz está localizado no bairro Batel, em Curitiba (PR), e, desde junho de 2020, é unidade integrante da Rede D’Or São Luiz – maior rede de hospitais privados do país com atuação no Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Maranhão, Bahia, Sergipe e Paraná. O Hospital Santa Cruz é considerado um centro de alta complexidade no atendimento das áreas de Oncologia, Cardiologia, Cirurgia Geral, Neurologia, Ortopedia, Pronto-Atendimento e Maternidade. Com estrutura e equipe multidisciplinares, equipamentos de última geração e um moderno centro cirúrgico, oferece cuidado de alta qualidade centrado no paciente, segurança assistencial e humanização do atendimento. É reconhecido com o selo de Acreditação com Excelência Nível III, entregue pela ONA, sendo a instituição acreditada nesta categoria por mais tempo no Estado. Mais informações em www.hospitalsantacruz.com.

Sobre a Rede D’Or São Luiz

Fundada em 1977, a Rede D’Or São Luiz é a maior rede privada de cuidados integrados em saúde do Brasil. O grupo conta atualmente com 60 hospitais e marca presença em São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Maranhão, Sergipe, Ceará e Bahia. São cerca de 9 mil leitos operacionais, 60 mil colaboradores e 87 mil médicos credenciados, que realizaram aproximadamente de 2,7 milhões de atendimentos de emergência, 256 mil cirurgias, 39,8 mil partos e 523 mil internações nos últimos 12 meses.

By Mirella Pasqual

Sou jornalista formada pela Universidade Positivo. Tenho quatro filhos, o Benício e três vira-latas, a Aika, o Raj e o Thor. Minha coluna fala sobre moda, empreendedorismo e saúde! Sejam muito bem-vindos 😊

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.