Descubra quais são as habilidades e competências exigidas ao perfil profissional e saiba como adquiri-las

Quer alavancar sua carreira e não sabe por onde começar? Um bom norte é investir na gestão de projetos, uma área em franca ascensão. Trata-se de um perfil profissional não apenas focado em fazer as ideias acontecerem, como também engajado no desenvolvimento de setores nas organizações. Em outras palavras, alguém que pode ser o responsável pela melhoria contínua e, por consequência, aumento da produtividade.

Mas não basta apenas conhecer o mercado ou ter experiência corporativa para ser um bom gestor de projetos. Para que isso ocorra é necessário buscar desenvolvimento técnico por meio de aprendizados que ensinem a utilizar as ferramentas disponíveis atualmente. E, acredite, elas são muitas. Desde a elaboração de um bom e-mail até o investimento em cursos de pós-graduação, tudo será visto como diferencial.

Diante das constantes inovações e upgrades nas formas de trabalho, ficar inerte não é uma opção. Permanecer à espera de oportunidades que caiam do céu também não. Portanto, é preciso estar sempre um passo à frente quando o assunto é se atualizar, lembrando que a zona de conforto de agora pode vir a causar desconforto no futuro.

O mundo corporativo nunca exigiu tanto de quem atua no ambiente organizacional. Além de estudar os conceitos, acrescente a velocidade da era digital, a pressão do mundo moderno, a efervescência das novas tecnologias e, sobretudo, as exigências dos consumidores. Todas essas são atribuições dos gestores de projetos.

5 dicas para alavancar a carreira profissional

Ter foco e propósito é crucial para alavancar a carreira. E, tendo em vista o atual cenário, o caminho não precisa, necessariamente, ser de pedras. Confira cinco dicas para ingressar no ramo da gestão de projetos, seja para uma atuação especializada ou para turbinar sua atual posição.

1. Desenvolva soft e hard skills: enquanto as hard skills envolvem os conhecimentos técnicos adquiridos em graduações, pós-graduações, capacitações e treinamentos; as soft skills competem a personalidade e comportamento do indivíduo. Na junção de ambas é que a “mágica” costuma acontecer. Por exemplo: saber usar o software mais avançado é primordial, mas não basta se as aptidões mentais, emocionais e sociais não estiverem em sintonia. O equilíbrio é o que vai garantir a entrega de bons resultados e um bom relacionamento com os demais membros da equipe/empresa.

2. Invista na comunicação: se comunicar com clareza no intuito de evitar ruídos deve ser prioridade. Afinal, por meio da oratória o desafio de assumir posicionamentos seguros em negociações, reuniões, apresentações e nos momentos de dar ou receber feedbacks ficará menos desafiador. Apesar de cada um de nós interpretar o que houve tendo em vista nosso repertório particular, expressar suas ideias e pontos de vista com assertividade, argumentos bem construídos e, principalmente, respeito ao posicionamento alheio são comportamentos esperados de um bom gestor. Aqui entram ainda outras qualidades essenciais, como empatia, flexibilidade e inteligência emocional. Assim, criar diálogos produtivos será uma consequência natural.

3. Não pare de se atualizar: a educação continuada é, sem dúvida, a melhor forma de não se manter estagnado. A falta de estudos para reciclar saberes é um dos maiores erros que um profissional ambicioso pode cometer. Então, a dica de ouro é: estudar deve ser palavra de ordem no planejamento da carreira, independentemente do segmento. Mais do que enriquecer o currículo, o crescimento pessoal será ampliado e fortalecido. Se matricule em cursos de aperfeiçoamento e especialização, aprimore o inglês ou outro idioma, participe de workshops e treinamentos comportamentais. Em suma, aproveite os recursos à disposição para crescer.

4. Amplie o network: Lembre-se de manter bons relacionamentos interpessoais. Nutrir relações saudáveis e construtivas é indispensável para quem busca crescimento. A partir desses vínculos, você pode encontrar grandes oportunidades. Preserve o contato com antigos colegas e professores de escola e faculdade. Desenvolva um bom convívio com os companheiros de trabalho, líderes e colegas que atuam em diferentes setores na empresa. Trocar vivências, compartilhar informações e discutir interesses é o ponto de partida para a construção de um network promissor.

5. Faça uma pós-graduação: terminar a faculdade tem um grande peso, ainda mais ao conseguir se colocar no mercado logo em seguida. Todavia, parar por aí não parece ser bom negócio. Dessa forma, fazer uma especialização é requisito indispensável para quem busca alavancar sua carreira executiva. Isso porque ela abre portas e expande as capacidades, sem contar que oferece disciplinas conectadas com as atuais necessidades do mercado de trabalho.

Pensando em tudo isso, a JValério Gestão e Desenvolvimento, oferta em sua grade a Pós-Graduação em Gestão de Negócios. O conteúdo do curso foi estruturado com base em skills estabelecidas pelo World Economic Forum. Assim, em cada momento da jornada de aprendizado, o participante é mobilizado a desenvolver e exercitar habilidades de visão e pensamento sistêmico, solução de problemas complexos, pensamento crítico e adaptativo, criatividade, incentivo e trabalho colaborativo.

E especialização conta com a chancela da Fundação Dom Cabral (FDC), eleita a melhor escola de negócios da América Latina, alia conhecimento e prática para desenvolver competências essenciais para a alta performance em gestão, formando líderes com visão global e integrada. Para saber mais, acesse: https://jvalerio.com.br/programas-para-executivos/pos-graduacao-em-gestao/.

By Mirella Pasqual

Sou jornalista formada pela Universidade Positivo. Sou mãe do Benício e de três vira-latas, o Raj, o Thor e a Mia. Minha coluna fala sobre moda, empreendedorismo e saúde! Sejam muito bem-vindos 😊

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *