Como se alimentar e se hidratar antes e depois da São Silvestre

Professor do UniCuritiba, nutricionista diz que participantes da mais tradicional corrida de rua da América Latina precisam de boa estratégia para manter a saúde 

As inscrições para a 98ª edição da São Silvestre já terminaram e cerca de 35 mil corredores de várias partes do mundo, amadores e profissionais, vão se encontrar no dia 31 de dezembro em São Paulo.

A principal prova de rua da América Latina tem um percurso de 15 quilômetros e requer preparo físico. Os cuidados, no entanto, não se limitam aos meses que antecedem a competição. Depois da corrida é fundamental adotar estratégias que garantam a hidratação adequada e a reposição de nutrientes.

O nutricionista Jhonathan Andrade, professor do curso de Nutrição do UniCuritiba – instituição que integra a Ânima Educação – explica que após uma longa prova de corrida é importante repor os estoques de glicogênio e de carboidratos encontrados em alimentos como pão, arroz, batata, mandioca, tapioca, macarrão, bolo e pão de queijo.

“O ideal é que o carboidrato seja associado a uma fonte proteica, como leite, carne ou ovos. Um pão com doce de leite ou tapioca com ovo e queijo são bons exemplos de qualidade de refeição pós-prova. Proteínas e carboidratos ajudam a recuperar as fibras e a repor o glicogênio muscular. O glicogênio é o estoque de carboidrato nos músculos, que é extremamente consumido durante uma prova como a São Silvestre”, diz o mestre em Nutrição e Alimentação.

Outros exemplos de refeição pós-prova são iogurte de morango com pedaços de frutas; suco de melancia e tapioca com queijo e doce de leite; água de coco ou caldo de cana com torta salgada de carne moída. Com esse cardápio, ensina Jhonathan, os corredores conseguem agilizar a recuperação metabólica e muscular, mas a quantidade a ser consumida é variável para cada indivíduo.

Se a orientação é comer bem após a corrida, a fase anterior à prova exige mais atenção. Antes da competição, os corredores não devem consumir alimentos que fogem à dieta habitual ou exagerar no açúcar e carboidrato. Bebida alcóolica e frituras também não são indicadas. “Tudo isso pode causar desconforto intestinal durante a competição”, avisa o nutricionista.

Como se hidratar antes e depois da corrida

A hidratação pré e pós competição é outro aspecto essencial para quem deseja ter bom desempenho em provas longas como a São Silvestre e manter a saúde após tanto esforço físico. Para os participantes, a recomendação é ingerir em torno de 1 litro de água para cada quilo de peso corporal perdido.

Segundo Jhonathan, a pessoa deve se pesar antes de iniciar a prova e logo após a corrida. “Assim fica mais fácil identificar o peso perdido e fazer a estratégia de hidratação. A hidratação pré-competição é outra condição fundamental, já que colabora para o bom desenvolvimento do atleta durante a prova”, ensina o professor de Nutrição do UniCuritiba.

A hidratação pré-treino é 10 ml de água por quilo de peso do atleta, ingeridos até quatro horas antes da competição. O nutricionista alerta: volumes acima de 350 ml ingeridos de uma só vez podem causar desconforto gástrico e atrapalhar a prova.  

Para evitar esse problema, Jhonathan orienta os corredores a tomarem água em pequenas quantidades independentemente de sentirem sede. “Em competições como a São Silvestre, a regulação da sede pode ser alterada por causa do estresse a que o organismo é submetido.”

Sobre o UniCuritiba

Com mais de 70 anos de tradição e excelência, o UniCuritiba é uma instituição de referência para os paranaenses e reconhecido pelo MEC como uma das melhores instituições de ensino superior de Curitiba (PR). Destaca-se por ter um dos melhores cursos de Direito do país, com selo de qualidade OAB Recomenda em todas as suas edições, além de ser referência na área de Relações Internacionais. 

Integrante do maior e mais inovador ecossistema de qualidade do Brasil, o Ecossistema Ânima, o UniCuritiba conta com mais de 40 opções de cursos de graduação em todas as áreas do conhecimento, além de cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado. 

Possui uma estrutura completa e diferenciada, com mais de 60 laboratórios e professores mestres e doutores com vivência prática e longa experiência profissional. O UniCuritiba tem seu ensino focado na conexão com o mundo do trabalho e com as práticas mais atuais das profissões, estimulando o networking e as vivências multidisciplinares.

By Mirella Pasqual

Sou jornalista formada pela Universidade Positivo. Sou mãe do Benício e de três vira-latas, o Raj, o Thor e a Mia. Minha coluna fala sobre moda, empreendedorismo e saúde! Sejam muito bem-vindos 😊

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *